Avaliação de Arquitetura

A avaliação de arquitetura em segurança cibernética é um processo que envolve a análise e avaliação da arquitetura de sistemas, redes ou aplicativos de uma organização, com o objetivo de identificar potenciais vulnerabilidades e pontos fracos em termos de segurança.

Essa avaliação tem como principal finalidade verificar se a arquitetura de segurança implementada é adequada e eficaz na proteção dos ativos de informação da organização contra ameaças cibernéticas. A avaliação de arquitetura em segurança cibernética pode abranger diversos aspectos, tais como:

  1. Desenho e configuração da rede: Avalia a arquitetura de rede, incluindo a segmentação, a configuração de firewalls, a segregação de tráfego, o controle de acesso e a proteção dos perímetros da rede. Verifica-se se as melhores práticas de segurança são seguidas e se as configurações são adequadas para mitigar ameaças conhecidas.
  2. Controles de segurança implementados: Analisa-se os controles de segurança implementados na arquitetura, como autenticação, autorização, criptografia, monitoramento de segurança, prevenção de intrusões, detecção de malware, entre outros. Verifica-se se esses controles são apropriados e efetivos para proteger os ativos de informação contra ameaças.
  3. Segurança de aplicativos: Avalia a segurança dos aplicativos, verificando se eles foram projetados e desenvolvidos seguindo as melhores práticas de segurança. Isso inclui a análise de potenciais vulnerabilidades, como injeção de SQL, cross-site scripting, autenticação fraca, entre outros, bem como a revisão das configurações de segurança dos aplicativos.
  4. Segurança física: Verifica-se a segurança física da infraestrutura de TI, como os controles de acesso físico aos data centers, salas de servidores e outros locais sensíveis. Isso inclui a avaliação de medidas de proteção contra roubo, vandalismo, acesso não autorizado, entre outros.
  5. Segurança de dados: Analisa-se a proteção de dados confidenciais, como a criptografia adequada dos dados em repouso e em trânsito, o gerenciamento de chaves, a implementação de controles de acesso a dados sensíveis e a aplicação de políticas de privacidade e proteção de dados.

Após a avaliação da arquitetura em segurança cibernética, é gerado um relatório que identifica as vulnerabilidades e pontos fracos encontrados, bem como recomendações para melhorias. Essas recomendações podem incluir a implementação de controles adicionais, atualização de tecnologias, revisão de configurações, correção de vulnerabilidades conhecidas, entre outras ações para fortalecer a postura de segurança da organização.


Outras Soluções de Diagnóstico de Segurança

GRC (ITIL, ISO 27.001, PCI, LGPD)​

GRC é uma sigla que representa as áreas de Governança, Risco e Conformidade em segurança cibernética. Ela engloba um conjunto de práticas, processos e tecnologias…

Perícia Forense

A perícia forense em segurança cibernética, também conhecida como investigação forense digital, é o processo de coleta, análise e preservação de evidências digitais relacionadas a…

Pentest (Teste de invasão)​

O processo de Pentest, ou teste de invasão, é uma atividade realizada em segurança cibernética para avaliar a segurança de um sistema de computador, rede…

Auditoria

Uma auditoria em segurança cibernética envolve a avaliação independente e sistemática dos controles de segurança de uma organização. Os serviços prestados em uma auditoria de…

DPOaaS

DPOAAS é uma sigla que significa “Data Protection Officer as a Service”, em português, “Encarregado de Proteção de Dados como Serviço”. O DPO é responsável…

Cyber Diagnosis

Um guia completo para sua operação rodar livre de ataques e exposição de dados. Conte ainda com soluções que vão além do diagnóstico – da instalação à monitoração da segurança cibernética da sua empresa.

FALE CONOSCO